Notícias
Pesquisar
Triunfo Transbrasiliana lança campanha “O seu celular pode esperar!”



A maioria dos motoristas sabe que usar o celular ao volante representa um grande perigo, entretanto esta imprudência é apontada como a terceira maior causa de fatalidades no trânsito no Brasil, perdendo apenas, em número de fatalidades, para o excesso de velocidade e a embriaguez ao volante. É o que aponta a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego - Abramet.

Diante desta realidade, a Triunfo Transbrasiliana, Concessionária que administra o trecho paulista da BR-153, lançou neste mês de abril a campanha educativa “O seu celular pode esperar!”. O objetivo é conscientizar os motoristas que atender uma simples ligação e, enviar ou ler mensagens enquanto dirige, podem resultar em situações trágicas no trânsito.

A campanha, que durará todo o mês de abril, está sendo divulgada nos meios de comunicação da Companhia como: cartazes fixados nas cabines das quatro praças de pedágio (Onda Verde, José Bonifácio, Lins e Vera Cruz), no site institucional (www.triunfotransbrasiliana.com.br), no Twitter (@br153sp), no perfil no Instagram (@triunfotransbrasiliana), no LinkedIn e também em mensagens nos Painéis de Mensagens Variáveis (PMV’s) ao longo do trecho.

A Triunfo Transbrasiliana realiza constantemente campanhas educativas para reduzir o número de vítimas no trânsito. A Concessionária faz parte da Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa que engaja o setor empresarial em ações voltadas ao alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), entre eles o ODS 3, por meio da meta 3.6, que busca reduzir pela metade as mortes e os ferimentos globais por acidentes em estradas até 2020. Os ODS são uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015 composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030.

Infrações e multas

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê autuações relacionadas ao uso do aparelho: dirigir segurando o telefone celular, considerada uma infração gravíssima, equivalente a 7 pontos e com multa no valor de R$ 293,47 e dirigir manuseando telefone celular, também uma infração gravíssima, de 7 pontos e multa no valor de R$ 293,47.
 


Fonte: Triunfo Transbrasiliana
02/04/2019 às 15:13